Portal Estilo Mulher

Confira todas as noticias do mundo feminino, saúde e beleza aqui no Portal Estilo Mulher!

Silicone nas mamas

Uma das cirurgias mais procuradas pelas mulheres é a mamoplastia de aumento, ou seja, colocação de implante de silicone nas mamas. Entenda do assunto.

 

 

Toda mulher já se viu parada na frente do espelho imaginando como seu corpo seria mais bonito se os seios fossem mais volumosos? Essa situação está se tornando tão rotineira que cada vez mais o implante de silicone nos seios tem conquistado o posto de queridinho das mulheres. Quem explica mais sobre o assunto é o cirurgião plástico Felipe Lemos, Membro especialista da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, com consultório em Ipanema, Rio de Janeiro.

Também conhecida como mamoplastia de aumento, a cirurgia utiliza o implante de silicone para dar volume a região e elevar a autoestima feminina. Para a mulher que se sente insatisfeita com o tamanho dos seus seios, essa cirurgia pode ser uma ótima opção. Isto porque além de melhorar a aparência, dar mais projeção e desenhar o colo, ela também melhora o equilíbrio do corpo e aumenta a confiança. O procedimento de implante de silicone também pode ser procurado por mulheres que precisam reconstruir suas mamas, após perda ou lesão devido ao câncer de mama.

De acordo com Felipe Lemos, para ter uma textura muito parecida com o tecido natural da mama, as próteses de silicone são preenchidas com gel coesivo e, em caso de ruptura, o gel permanece no mesmo lugar, sem se espalhar pelo corpo. “Não há como garantir que os implantes de silicone durem por toda vida, mas também não há um prazo de validade.

É importante toda mulher fazer exames todos os anos, não só por causa da prótese, mas os exames de rotina imprescindíveis para a saúde feminina.

É interessante também fazer um  ultrassom ou ressonância magnética anualmente para avaliar corretamente as condições das próteses” diz o médico.

Passo a passo do implante de silicone nos seios

 

Passo 1: onde será a incisão

A incisão é o local onde ficará a cicatriz, por isso os cortes são feitos em áreas discretas. Na sua consulta de avaliação, o cirurgião plástico irá lhe explicar que as incisões podem ser inframamária, axilar ou periareolar. Para escolher a ideal, o médico leva em consideração os desejos da paciente, o tipo de implante de silicone, o volume desejado e as características anatômicas.

Passo 2: escolhendo o implante de silicone           

Lemos explica que o tipo e o tamanho da prótese serão determinados não apenas pelo desejo da paciente em relação ao tamanho, mas também pela elasticidade da pele, anatomia e tipo físico. “Por isso, é importante escolher um ótimo cirurgião plástico que te oriente nestas escolhas, pois elas terão um impacto enorme no seu resultado”.

 

Passo 3: inserção e colocação da prótese de mama

A prótese mamária pode ser inserida sob o músculo peitoral (colocação submuscular), diretamente atrás do tecido mamário (colocação subglandular) ou o meio termo das técnicas (colocação subfascial).

Passo 4: fechando as incisões

As incisões são fechadas por meio de uma sutura delicada, geralmente com pontos internos e acabamento com uma cola ou adesivo específico para selar a pele. O médico encerra o procedimento cirúrgico realizando um curativo nas mamas da paciente.

 

Principais recomendações pós-operatórias

 

 

O período de recuperação da cirurgia de implante de silicone nos seios consiste em ficar de repouso por alguns dias . “ É recomendado  evitar esforços, principalmente na primeira semana, como não levantar ou movimentar os braços em excesso, evitar molhar o curativo até que seja autorizado pelo médico, não se expor ao sol, dormir de barriga para cima no primeiro mês da recuperação e voltar para as consultas de retorno nos dias e horários marcados” finaliza Felipe Lemos.

 

Serviço:

 

Dr. Felipe Lemos – Cirurgia Plástica

Rua Almirante Sadock de Sá, 207- Ipanema

Rio de Janeiro

Tel: (21) 22673106 – (21) 976959339

www.drfelipelemos.com.br