Portal Estilo Mulher

Confira todas as noticias do mundo feminino, saúde e beleza aqui no Portal Estilo Mulher!

NÚCLEO ERICKSONIANO DE PSICOLOGIA CLÍNICA É INAUGURADO EM NITERÓI

O neurologista e neurocientista Francisco Di Biase falará sobre o tema “Neurociência e Hipnose Natural”. Di Biase é o único Grand PHD da América do Sul em Neurociência e primeiro brasileiro a receber a medalha de Ciência e Paz Albert Schweitzer.

 

Dia 07 de outubro, sexta-feira, às 19h, será inaugurado em Icaraí o Núcleo Ericksoniano de Psicologia Clínica, Estudo e
Pesquisa. O local, que é uma extensão da The Milton H. Erickson Foundation, nos Estados Unidos, chega a Niterói como um novo lugar de acolhimento ao espaço íntimo do indivíduo, ou seja, para
realizar atividades múltiplas que envolvam atendimentos clínicos em psicologia, com um olhar interdisciplinar, cursos de capacitação, grupos de crescimento e de estudos, bem como workshops em diversas áreas humanas.

 

Segundo a Diretora do Núcleo, Regina Nohra, hipnoterapeuta com formação pela Sociedade de Hipnose Médica do RJ, também formada pela Associação  Brasileira de Odontologia - Hipnologia e Odontologia Psicossomática ( ABO) e pós graduada em Psicoterapia Breve Integrada pela Sta Casa da Misericórdia do Rio de Janeiro, o ser humano é atravessado por conflitos psicológicos, adoecimentos físicos, desequilíbrios emocionais e espirituais, e se faz necessário um tempo para entrar em contato consigo mesmo, num lugar seguro e protegido, com um clima favorável à expressão das emoções, crenças e comportamentos. “O Núcleo surge afim de propiciar condições para que o paciente resolva (com uma equipe inter multidisciplinar, quando se fizer necessário) aquilo que atrapalhe o seu bem estar” alega a especialista.

Abaixo Regina Nohra fala sobre o Núcleo e o processo de crescimento do ser humano. Leia a entrevista:

 


1 – O Instituto Milton Erickson de Petrópolis vai no dia 7 de outubro ganhar um Núcleo Ericksoniano de Psicologia Clínica, Estudo e Pesquisa, em Niterói. Por que a senhora resolveu investir neste Núcleo e como ele funcionará?

 

Regina Nohra - O Núcleo Ericksoniano de Psicologia Clínica, Estudo e Pesquisa surge como um novo lugar de acolhimento à subjetividade, ao mundo interno, ao espaço íntimo do indivíduo. O Núcleo é uma extensão do Instituto Milton H. Erickson de Petrópolis, entidade filiada a The Milton H. Erickson Foundation, Inc., Phoenix, AZ, USA.

 

Em uma realidade na qual o ser humano é atravessado por conflitos psicológicos, adoecimentos físicos, desequilíbrios emocionais e espirituais, se faz necessário um tempo para entrar em contato consigo mesmo (a), num lugar seguro e protegido, com um clima favorável à expressão das emoções, crenças e comportamentos.

O Núcleo promoverá atendimentos clínicos em psicologia com um olhar interdisciplinar, sempre que o paciente apresentar questões multifatoriais. 
Também realizará cursos de capacitação, Grupos de Crescimento e de estudos, bem como workshops em diversas localidades do Rio de Janeiro e demais estados, em parceria com o IMHEP.


2 – É sabido que o Núcleo terá um departamento voltado para a responsabilidade social. O que pode antecipar desta parte?

 

Regina Nohra - Este é um projeto que ainda necessita assentar as bases para que sejamos capazes de ajudar quem necessita de forma adequada, com uma equipe engajada e multiprofissional. 
Portanto, é melhor deixar pra abordar essa parte da responsabilidade social mais pra frente.

 

3 – Segundo informações o Núcleo terá uma equipe interdisciplinar. A senhora acredita que a terapia ou o tratamento psicológico funciona muito melhor quando trabalhado em conjunto com outras áreas humanas? Por exemplo, obesidade. O papel do terapeuta é um e o do endocrinologista é outro? Explique esta unicidade.

 

Regina Nohra - No exemplo da obesidade, o profissional em psicologia não dá conta de todo o processo. Sempre que necessário, o psicólogo estará interagindo com profissionais especialistas nas áreas a serem contempladas, onde desenvolverão perante o diagnóstico e o prognóstico um olhar complementar, cada um dando a contribuição de sua especialização e realizando um trabalho integrado na busca do equilíbrio entre a mente e o corpo.


4 - Todas as pessoas precisam de terapia?

 

Regina Nohra - Todas as pessoas vieram ao mundo para evoluir, e as atividades terapêuticas são grandes pilares deste processo de crescimento e aprimoramento do ser humano. 

 

5 – O Núcleo já possui uma programação?

 

Regina Nohra - O Núcleo realizará atividades que atendem a demandas de profissionais e demais pessoas interessadas no autoconhecimento. Em parceria com o IMHEP, segue em anexo a programação da agenda do segundo semestre. 

 

6 – O Núcleo está aberto a parcerias?

 

Regina Nohra - Sim, serão sempre bem-vindas.

 

7 – Qual o papel do Instituto e qual o papel do Núcleo?

 

Regina Nohra - Isso está sendo definido aos poucos, pois na realidade as atividades que serão realizadas pelo Núcleo são as atividades que o IMHEP carrega a 9 anos (Santa Casa). Contudo, não é permitido pela Fundação o nome Instituto Milton Erickson de Niterói, pois não contem a distância de 80 km necessária para o Instituto do RJ. Oportunamente, tentarei trazer o instituto para Niterói. 

 

8 – Hoje a hipnose trabalha muito com a neurociência. Qual o papel que cada uma exerce no tratamento terapêutico?

 

Regina Nohra - Podemos dizer que a neurociência e hipnose estão numa mesma sintonia, considerando que a neurociência se ocupa do sistema nervoso e a hipnose contribui para mudança de padrões através da neuroplasticidade, a formação de novas sinapses.

 

Quando nosso cérebro entra em contato com a imaginação, as visualizações, as lembranças significativas Dra. Regina Nohra e o Neurocientista Dr. Francisco Di Biase,  o único Grand PHD da América do Sul em Neurociência, tendo recebido a medalha de Ciência e Paz Albert Schweitzerque vivenciamos, assim como psicoterapias, terapias mente-corpo, a meditação, a oração e mesmo o exercício físico, estimulam a liberação de mensageiros químicos (hormônios) que atuam no processo de expressão genética do DNA, através do RNA mensageiro, na síntese de proteínas nos ribossomos das células em geral, e notadamente nos neurônios. Essas proteínas sintetizadas constituem a base molecular da plasticidade cerebral e irão estruturar sinapses e novas redes neurais.

O vínculo entre a neurociência e a hipnose se realiza através da contribuição que a hipnose propicia, por meio do transe, nas mudanças de comportamentos e crenças, com uma repercussão do modo de ser e agir do indivíduo consigo mesmo e com o outro. Isso tudo ocorre através da aquisição de um novo estado de consciência.

 

Dra. Regina Nohra e o Neurocientista Dr. Francisco Di Biase, o único

Grand PHD da América do Sul em Neurociência, tendo recebido

a medalha de Ciência e Paz Albert Schweitzer

 

9 – Qual a importância da Hipnose na Neurociência?

 

Regina Nohra - Durante a hipnose, que é um estado amplificado de consciência, estimulamos algumas áreas cerebrais como o giro cíngulo anterior ao lobo frontal e o sistema límbico relacionado às emoções e o paciente neste estado de transe hipnótico, imagina o que estamos falando com ele como sendo a realidade.

O cérebro não diferencia o estado hipnótico da realidade, ou seja, os processos de neuroplasticidade que são um diálogo entre a mente o cérebro e o DNA.

 10 – Geriatras que trabalham com a neurociência afirmam que o segredo da longevidade é cuidar das doenças (diabetes, hipertensão e etc.), alimentar-se de forma adequada e equilibrada, manter o cérebro ativo e saber perdoar. O que você pensa sobre isso?

 

 

Regina Nohra - Corpo são, mente sã. É importantíssimo cuidar do corpo em todos os seus aspectos, numa perspectiva biopsicossocioespiritual. Desta forma, os cuidados com a alimentação, exercícios físicos, atividades intelectuais e a arte do perdão constituem alguns dos pilares que sustentam uma vida longa e próspera, para se chegar à terceira idade com muita sabedoria e vitalidade. 

 

11 – Um estudo feito pela Universidade de Harvard aponta que a mágoa é uma das maiores causas de doenças psicossomáticas. O que você tem para dizer sobre o assunto? 

 

Regina Nohra - A mágoa pode ser entendida metaforicamente como má água, água estagnada, parada, ruim. Sob este prisma, podemos pensar o quanto é prejudicial ao indivíduo a mágoa como um sentimento não elaborado, não resolvido, em relação ao outro. É importante que façamos sempre uma revisão das nossas emoções e afetos, procurando digerir as emoções emaranhas, atrapalhadas, ao longo da nossa vida.

 

12 – A hipnose é regulamentada no Brasil?

Regina Nohra - A Hipnose é regulamentada no Brasil pelos Conselhos Federais de Medicina, Odontologia, Psicologia e Fisioterapia. O método da Hipnose é uma ferramenta coadjuvante no tratamento de diversas demandas como ansiedade, fobias, depressão, tabagismo, sobrepeso, disfunções sexuais, alcoolismo, dores agudas e crônicas, com base nas técnicas desenvolvidas pelo psiquiatra e psicólogo norte americano, Milton Hyland Erickson (1901 – 1980), considerado um dos psicoterapeutas mais inovadores e influentes do século XX. Erickson é o pai da Hipnose Natural, assim como Freud é o pai da Psicanálise.

 

Serviços: Núcleo Ericksoniano de Psicologia Clínica, Estudo e Pesquisa

Tiffany Business Center – Rua Coronel Moreira César 160, sl 1216- Icaraí- Niterói. Tels: 21. 27198187 – 999849989